Cuidado redobrado com as mudanças de temperatura

Doenças respiratórias atingem gente de todas as idades. As mudanças de temperatura deixam as pessoas mais vulneráveis.

Dias de calor, frio, seco e úmido. Aja saúde para aguentar as mudanças do tempo. As oscilações no clima afetam a todos, crianças, adultos e idosos, mas especialmente os alérgicos. As principais queixas são tosse, espirro, nariz entupido, conjuntivites, dor de garganta, bronquite e até mesmo pneumonia. Os quadros mais comuns são obstruções nasais, resfriados, laringites e alergias, quando a defesa do organismo fica enfraquecida, facilitando a proliferação de vírus e bactérias.


As mudanças bruscas de temperatura deixam as pessoas com a imunidade baixa, momento em que os vírus conseguem causar um processo inflamatório na mucosa, desenvolvendo gripes e resfriados. No caso de doenças causadas por bactérias, como a pneumonia, o início também é nessa fase, quando o organismo não consegue se defender por causa da mucosa inflamada. Nessa hora, as bactérias já existentes no corpo encontram um bom ambiente para se proliferarem e, por isso, a pessoa fica doente.


Confira algumas dicas do que fazer e do que é melhor evitar:


- Tome bastante líquido;


- Cuide da alimentação, coma alimentos leves e saudáveis;


- Evite ambientes fechados;


- Deixe sua casa ventilada;


- Lave roupas, edredons, cobertores e casacos que estiverem guardados há muito tempo, porque podem ter acúmulo de poeira;


- Evite sair com as crianças e idosos no fim da tarde porque a queda brusca na temperatura e o sereno são mais intensos nessa hora do dia;


- Se o nariz estiver obstruído, faça higiene nasal com soro fisiológico;


- Uma inalação só com soro ajuda a fluidificar a mucosa respiratória caso esteja gripado;


- Exercícios físicos e boas noites de sono;


- Nunca se medique e, principalmente, não dê remédio ao seu filho por conta própria.


Fontes: Pediatras Francisco Lembo Neto, Ana Escobar e Hamilton Robledo



Tags: