Cuidados com o ressecamento da pele no inverno

A culpa não é só das baixas temperaturas, mas também do nosso comportamento. Acesse o Portal da Saúde e confira algumas dicas para evitar aquele ressecamento desagradável e deixar a pele mais hidratada.

Temperaturas mais baixas e lá está ela, a pele resseca e começa a descamar. No inverno a pele fica mais ressecada e os lábios ficam rachados, isso porque diminui a hidratação. “Há uma diminuição na produção de sebo pela pele, fazendo com que ela perca água para o ambiente e, logo, resseque. A redução do suor também tem papel na desidratação da pele, já que ele também desempenha ação hidratante”, explica o dermatologista Adilson Costa, de São Paulo.


Mas fique em alerta! A culpa não é só dela, da baixa temperatura, mas também do nosso comportamento. Com o frio, a procura por banhos quentes e demorados aumenta. "Isso retira a camada protetora de gordura natural da pele e a água ali presente evapora mais e a deixa desidratada", explica o dermatologista Erasmo Tokarski, do Distrito Federal. O que também contribui para o ressecamento é o uso de sabonetes, conta a dermatologista Fernanda Casagrande, de Farroupilha. “A sua ação detergente aumenta a perda da camada de gordura da pele, chamada de manto lipídico”.


Para lidar com esse ressecamento, primeiramente, é preciso prestar atenção no banho e maneirar na água muito quente. Tentar diminuir um pouco a temperatura ou até mesmo o tempo de banho podem atenuar os danos à pele. Na hora de se lavar, indica Fernanda, use um sabonete com ação hidratante. Tokarski também aconselha seu uso apenas nas "dobrinhas" do corpo, evitando áreas extensas, como braços e pernas, já que elas têm menos glândulas sebáceas. Outra dica importante é abusar de hidratantes.


Para curtir o frio, é necessário investir na boa hidratação e tomar alguns cuidados extras, como não abandonar o filtro solar e evitar o uso de buchas. Como a hidratação também é feita de dentro para fora, os médicos indicam a ingestão de ao menos dois litros de água por dia. Reforçar a alimentação com frutas ricas em água, como laranja, melão, manga e melancia, também é uma opção.



Tags: