Aftas: saiba o que fazer quando elas surgem

As aftas são pequenas feridas, também podem ser chamadas de úlceras ou estomatites, que ocorrem na boca, língua ou gengiva. Essas lesões são benignas e não causam problemas mais sérios, além do desconforto e incômodo. São brancas, algumas vezes amarelada e acontece somente dentro da boca. Se você nunca sofreu com a afta, saiba que não está livre disso: cerca de 20% da população sofre com aftas.

As aftas não possuem correlação com nenhuma outra doença como a herpes labial, geralmente são rasas e limpas, sem nenhum sinal de pus, infecção ou bactérias alojadas no local. Duram em média 1 até 2 semanas e não deixam cicatrizes, em seu tempo de duração pode causar problemas na hora de comer, beijar e até mesmo falar. A afta não é uma doença contagiosa e na maioria esmagadora dos casos não apresentam qualquer risco à sua saúde além do desconforto.


O QUE CAUSA A AFTA


Suas causas são incertas pela grande maioria dos pesquisadores, mas suspeita-se que a afta tenha alguma ligação com a imunidade, a possível existência de um vírus que cause essa úlcera bucal, além do desequilíbrio no sistema imune. No entanto, algumas outras vertentes indicam que a afta pode ser desenvolvida a partir de algum problema no sistema digestório.


COMO CURAR A AFTA


A afta costuma “curar” sozinha. Dentro de alguns dias ou algumas semanas. Porém, existem tratamentos e remédios caseiros que podem ser utilizados para amenizar os sintomas ou mesmo fazer a afta desaparecer mais rapidamente.


Bicarbonato de sódio: em bochechos ou diretamente na ferida, um porém, é que arde bastante. Este elemento serve para desinfetar o local, fazendo com que a não presença de bactérias acelere a cicatrização.


Água oxigenada 10 volumes: Embebede água oxigenada em um algodão e coloque diretamente na ferida. Esse método não arde, mas pode trazer alguns danos à saúde como alguns especialistas recomendam, por tanto procure não engolir água oxigenada.


Antisséptico bucal: os antissépticos desenvolvem um importante papel na esterilização da ferida, o que podem levar a curar em menos tempo.


Chás: algumas pessoas relatam o alívio dos sintomas e até mesmo o desaparecimento das aftas utilizando alguns tipos de chás. Um dos recomendados é o chá de camomila, deve-se fazer “bochecho” ou apenas beber o chá, de preferência sem adição de açúcar.


Caso você decida por um tratamento mais adequado uma opção seria ir simplesmente ao médico, ele pode receitar algum tipo de analgésico tópico que pode aliviar os sintomas em caso das infecções mais amareladas, ou até mesmo remédios para afta. Se a afta demorar mais de três semanas para cicatrizar, estiver em um tamanho maior do que o esperado, sinais de infecção na área ou sinais de que o corpo está fora do normal, é necessário que o paciente procure um médico, pode ser alguma outra doença ou infecção mais grave do a afta.


PREVENÇÃO


Algumas pessoas costumam ter resultados positivos quanto à prevenção das aftas fazendo algumas mudanças alimentares, essas mudanças normalmente consistem em uma alimentação mais saudável e também em uma ingestão especialmente mais rica de alimentos que contem a Vitamina B2 e a Vitamina C. É importante sempre se manter hidratado e reduzir a dieta de alimentos gordurosos, muito ácidos ou apimentados. A prática regular de exercícios também é recomendada.



Tags: