O boxe invade as academias

O boxe vem prometendo eliminar até 600 calorias, então vamos a luta!

Nem spinning, nem musculação. As academias estão investindo em uma nova modalidade: o boxe! Mesmo sendo uma luta pesada, o esporte já está na lista dos favoritos da mulherada, que tem a força e vem se mostrado competitiva. Sem contar que celebridades andam disseminando esta ideia, como é o caso da cantora Sandy.

Mas, tanto sucesso tem uma explicação: o esporte é excelente aliado do condicionamento físico e da queima calórica. Em uma hora de aula, até 600 calorias ficam para trás. Isso sem falar da definição muscular. Com treinamento regular, 3 vezes por semana, o corpo começa a ganhar uma nova forma em dois meses.

De acordo com Tatiana Schneider, coordenadora técnica da Academia Runner - em Brasília, podem ser obtidos bons ganhos de condicionamento cardiorrespiratório, além de melhora de mobilidade articular e elevada queima calórica.

“A modalidade passou por adaptações para atender a um público amplo. Runner Boxe é o nome dado à atividade, que combina diferentes combates. Envolve os socos do boxe, os chutes do Taekwondo e os saltos do Muay Thai. Com a combinação, potencializamos os resultados”, conta a educadora física.

A boa notícia é que não há faixa etária para praticar o boxe. A única restrição diz respeito às pessoas que têm problemas cardiológicos e labirintite. “De toda forma, é necessário apresentar uma avaliação médica que comprove a aptidão para o exercício, além da análise criteriosa da academia”, antecipa Tatiana.



Tags:
,
,
,